Seminário de BOTS e I.A.

A influência da IA no desenvolvimento de produtos

A tecnologia pode colaborar muito com as áreas de desenvolvimento de produtos das empresas. A Inteligência Artificial, é claro, não fica para trás nesse sentido. Ela já influenciou variados modelos de negócio e diversos setores de produção e consumo no mundo e, a partir de junho, estará presente também nas perfumarias brasileiras, graças a O Boticário.

A empresa pretende lançar duas novas fragrâncias produzidas pela IA chamada Philyra. A tecnologia foi desenvolvida pela IBM, com a casa de composições alemã Symrise. O resultado da experiência foram dois perfumes com aromas inusitados, com notas de leite condensando, pepino e lichia.

A IA é essencial no processo pois a produção contou com uma base de dados de 1,7 milhão de fórmulas, além de informações como o número de vendas dividido por países e faixas etárias. Dessa forma, a ferramenta é capaz de gerar misturas adaptadas às demandas do cliente.

A IA na alimentação

A empresa de Cosméticos não é a única a apostar no uso da IA para o desenvolvimento de produtos. Recentemente, o McDonald’s anunciou um acordo para adquirir a empresa de personalização Dynamic Yield. De acordo com a empresa, a tecnologia será usada para a ciração de um menu drive-thru que pode se adaptar a elementos como o clima, o tráfego atual de restaurantes e o menu de tendências. Além disso, o display também pode recomendar itens adicionais, após o início do pedido.

A ideia do McDonald’s é começar a utilizar a tecnologia nos Estados Unidos em 2019 e depois entrar em mercados internacionais. Além disso, pretende integrar essa tecnologia a outros produtos digitais, como quiosques de autoatendimento e aplicativo.

Top
X

Desejo receber novidades e notícias do Grupo Padrão e parceiros.


X