Seminário de BOTS e I.A.

Brasil é o 4º país que mais recebe ataques cibernéticos

Por mais positivo e empolgante que seja o uso de bots e Inteligência Artificial (IA), existem alguns cuidados que são essenciais – e que as empresas não podem descartar. A segurança é um grande exemplo. De acordo com a 24ª edição do Internet Security Threat Report (ISTR), esse é um tema ao qual o Brasil precisa se dedicar, afinal, o País ocupa posição de destaque global quando se trata de ameaças cibernéticas.

O estudo analisou 157 países. O Brasil é agora o 4º que mais recebe ataques cibernéticos, atrás apenas dos Estados Unidos, China e Índia. Entre os oito tipos de ataques analisados, o país teve aumento em cinco: bots (3º), ramsomware (4º), criptomineradores (5º), phishing (9º) e malware (11º). O Brasil manteve a 3ª colocação global em Spam, e perdeu colocação apenas em ataques de rede (10ª) e web (12ª).

Top
X

Desejo receber novidades e notícias do Grupo Padrão e parceiros.


X