Seminário de BOTS e I.A.

Empresas digitalizadas têm mais facilidade para utilizar IA

Na última semana, apresentamos alguns resultados de um estudo realizado pela McKinsey sobre o uso de bots nas empresas. De acordo com a pesquisa em questão, 71% das empresas esperam que haja um aumento dos investimentos em Inteligência Artificial (IA) nos próximos anos. Essa é uma boa perspectiva pois, na visão da consultoria, a maioria das organizações ainda tem um longo caminho a percorrer quando o assunto é IA.

Prova disso é que apenas 17% das empresas afirmaram ter mapeado quais áreas da organização possuem oportunidades de aplicação de tecnologias de IA. Ao mesmo tempo, só 18% têm uma estratégia clara para obter os dados capazes de garantir o funcionamento da IA.

Por que é tão difícil?

Visto que quase um quarto das empresas consultadas não desenvolveram nenhuma das 11 práticas analisadas pela McKinsey, fica claro que ainda existe um gap no uso de IA.

Mas, afinal, o que torna tão complexa a adoção dessa tecnologia? Segundo o estudo, a barreira mais comum está relacionada à falta de uma estratégia clara: 43% escolheram essa opção. Outra alternativa bastante citada foi a falta de talentos com habilidade para trabalhar o uso da IA, citada por 42%.

Visão de oportunidade

A adoção da IA, porém, não é feita só de dificuldades: a digitalização é um fator que facilita muito esse processo, segundo a McKinsey. Feito um recorte das empresas mais digitalizadas, a incorporação da IA é de 67%, porcentagem consideravelmente maior. Além disso, as organizações mais digitalizadas também implantaram a IA em mais funções do que outras empresas, sendo que 19% delas direcionam mais de um quinto de seus gastos em digitalização para a IA. Nas outras empresas, esse número é de apenas 8%.

Top
X

Desejo receber novidades e notícias do Grupo Padrão e parceiros.


X